terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Serviço Social no Brasil

1- As condições sócio-históricas do processo de profissionalização do Serviço Social no Brasil e suas interpretações. Serviço Social e a produção e reprodução das relações sociais. A natureza do Serviço Social, áreas e campos de atuação profissional. As perspectivas e demandas contemporâneas para o trabalho do assistente social. O mercado de trabalho no Distrito Federal. As formas de organização política e acadêmica dos profissionais de Serviço Social.

2. Questão Social e Serviço Social .O processo de produção e reprodução da questão social na sociedade capitalista. O significado contemporâneo da questão social e a exclusão do acesso aos direitos econômicos, políticos e sociais. As principais formas de expressão da questão social no Brasil, priorizando o desemprego, a precarização das relações de trabalho, o pauperismo, a violência e a luta pela terra. A questão social como matéria prima do exercício profissional.


3. Fundamentos Históricos e Teórico-Metodológicos do Serviço Social , Expansão do capitalismo monopolista e o surgimento do Serviço Social na Europa e nos Estados Unidos. As formas de expressão e enfrentamento da questão social na América Latina, particularmente no Brasil, e a institucionalização do Serviço Social no contexto do capitalismo tardio até a Segunda Guerra. Análise crítica das influências teórico-metodológicas e as formas de intervenção construídas pela profissão.


4. Fundamentos Históricos e Teórico-Metodológicos do Serviço Social. A expansão do capitalismo sob o padrão fordista-keynesiano de acumulação e regulação: as bases de organização do trabalho e das relações Estado-sociedade até os anos 80. As formas de expressão e enfrentamento da questão social e o Serviço Social. O movimento de Reconceituação do Serviço Social na América Latina e no Brasil. Contexto político e o balanço crítico das sistematizações teórico-metodológicas na profissão (modernização conservadora, aproximação à tradição marxista e ao pensamento fenomenológico).


5. Fundamentos Históricos e Teórico-Metodológicos do Serviço Social - Internacionalização do capital, acumulação flexível, hegemonia do projeto neoliberal: as bases de organização do trabalho e das relações Estado-sociedade a partir dos anos 80. As formas de expressão e enfrentamento da questão social no Brasil e o Serviço Social. O redimensionamento da profissão ante as transformações societárias: condições e relações de trabalho, espaço ocupacional, atribuições. Polêmicas teórico-metodológicas no Serviço Social.

6. Oficina de Teoria Social - Estudo de autores clássicos vinculados à abordagem estrutural-funcionalista: Malinowisk, Durkheim, Merton, Parsons. Análise crítica de textos originais priorizando o debate sobre teoria e método, as relações Estado e sociedade, trabalho e consciência.


7. Oficina de Teoria Social Leitura da teoria social de Marx e pensadores vinculados à tradição marxista: Lenin, Althusser, Gramsci e Lukacs. Análise crítica de textos originais priorizando o debate sobre teoria e método, as relações Estado e sociedade, trabalho e consciência.


8. Oficina de Teoria Social Estudo de autores clássicos vinculados ao pensamento fenomenológico e existencialista: Husserl, Merleau-Ponty, Sartre e Mounier. Análise crítica de textos originais, priorizando o debate sobre teoria e método, as relações homem-mundo e a questão da existência.


9. Instituições e Práticas Sociais Estudo das categorias Estado, instituições e organizações considerando diferentes abordagens teóricas. Instituições como construção social que se fundamenta na correlação de forças. Elaboração de políticas institucionais. A articulação com a hierarquia e com instâncias de controle social. A questão da desinstitucionalização. Estudo da prática institucionalizada do Serviço Social.


10. Estágio Supervisionado em Serviço Social Exercício teórico-prático mediante a inserção do aluno nos diferentes espaços institucionais em que atuam os Assistentes Sociais nas esferas públicas e privadas. Conhecimento das expressões da questão social que constituem o objeto de intervenção profissional. Conhecimento da realidade institucional, identificando os recursos existentes e as relações de força em presença. Problematização teórico-metodológica e sistematização das possibilidades de atuação profissional com vistas à elaboração do plano de intervenção.
11. Estágio Supervisionado em Serviço Social - Exercício teórico-prático mediante a inserção do aluno nos diferentes espaços institucionais em que atuam os Assistentes Sociais nas esferas públicas e privadas. Implementação do plano de intervenção do estagiário articulado à discussão teórico-metodológica e a utilização do instrumental técnico-operativo do Serviço Social, pertinente às necessidades sociais identificadas.


12. Política Social - As políticas sociais nas sociedades capitalistas e a questão da cidadania. As interpretações sobre concepção, natureza e desenvolvimento das políticas sociais nos seguintes paradigmas: marxismo, liberalismo clássico, neoliberalismo e social-democracia. O capitalismo monopolista e a emergência e desenvolvimento do "welfare state" europeu e das políticas sociais brasileiras. O debate sobre a "crise" das políticas sociais. Contribuição do Serviço Social na produção e redimensionamento do conhecimento teórico-prático da política social.


13. Fundamentos Éticos e Ética Profissional - Os fundamentos ontológicos da dimensão ético-moral da vida social. A construção da ética profissional, a deontologia e a diciologia: valores e implicações no exercício profissional. A trajetória da ética na história do Serviço Social. A construção e significado do projeto ético-político profissional.

14. Pesquisa em Serviço Social -A base conceitual para o estudo da estrutura metodológica do projeto de pesquisa. Etapas da construção do projeto. Métodos e técnicas de pesquisa quantitativa e qualitativa. O relatório de pesquisa. A importância da pesquisa no processo de intervenção do Serviço Social. Exercício de elaboração de projeto de pesquisa, que aponte: objeto, problema, referencial teórico e metodologia.


15. Pesquisa em Serviço Social- Questões teórico-metodológicas que envolvem a implementação do projeto de pesquisa. Exercício prático de materialização do projeto elaborado em Pesquisa I, com ênfase na elaboração de instrumental de coleta de dados, definição de amostragem (quando se aplica), realização da pesquisa, tabulação, sistematização e análise dos dados. Elaboração e apresentação do relatório de pesquisa.


16. Trabalho e Sociabilidade - A centralidade do trabalho na constituição da sociabilidade humana. O trabalho na sociedade capitalista: produção socializada e apropriação privada da riqueza. Processos de trabalho. Trabalho produtivo e improdutivo. A polêmica em torno da crise da sociedade do trabalho e metamorfoses do trabalho.


17. Processos de Trabalho e Serviço Social - Atuação do Serviço Social nos processos de trabalho. A inserção do assistente social nos órgãos estatais e as implicações no trabalho profissional. O instrumental técnico-operativo utilizado no desempenho do trabalho profissional nas diferentes inserções institucionais: fundamentos teóricos e desenvolvimento de habilidades ante as diversas expressões da questão social. Supervisão do trabalho profissional e estágio.


18. Processos de Trabalho e Serviço Social - Atuação do Serviço Social nos processos de trabalho. A inserção do assistente social na empresa privada, organizações não-governamentais e movimentos sociais e as implicações no trabalho profissional. O assistente social como trabalhador, as estratégias profissionais, o instrumental técnico-operativo utilizado no desempenho do trabalho profissional nas diferentes inserções institucionais: fundamentos teóricos e desenvolvimento de habilidades ante as diversas expressões da questão social. Supervisão do trabalho profissional e estágio.


19. Planejamento e Administração em Serviço Social - A teoria das organizações e processo de gestão nas esferas públicas e privadas. As novas modalidades de gestão. O planejamento estratégico e a articulação de atores sociais. O planejamento como ferramenta de trabalho dos assistentes sociais. A formulação, implementação, monitoramento e avaliação de planos, programas e projetos sociais.


20. Projeto de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Código: Elaboração de um projeto de monografia sobre tema relacionado à realidade social vivenciada no campo de estágio ou relativo às diversas expressões da questão social, objetos de análise e intervenção do Serviço Social, incorporando os conhecimentos teórico-metodológicos e as estratégias e técnicas utilizadas pelo Serviço Social.


21. Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) - Elaboração de monografia final de curso com base em projeto anteriormente elaborado, considerando as exigências teórico-metodológicas e relacionado com as respectivas linhas de pesquisa do Departamento de Serviço Social, sob a orientação de professor.


22. Seguridade Social 1 - Assistência e Previdência Social - A trajetória histórica da assistência e da previdência nas sociedades capitalistas. A pobreza de massa no capitalismo e a constituição da seguridade social na Europa. Os modelos bismarkiano e beveridgiano. O sistema de seguridade social instituído na Constituição brasileira de 1988. Análise das políticas de previdência e assistência sociais, abordando: bases conceituais e legais, princípios e diretrizes, natureza e alcance dos direitos. Estrutura organizacional e mecanismos de gestão, funções e beneficiários. Impacto da seguridade social na redução das desigualdades sociais. A contribuição do Serviço Social na produção e no redimensionamento do conhecimento teórico-prático das políticas de previdência e assistência social.


23. Seguridade Social 2 - Saúde - Análise histórica das políticas de saúde: determinantes políticos, sócio-econômicos, ambientais e institucionais, no âmbito da relação Estado e Sociedade. As políticas de saúde no contexto da Seguridade Social: interfaces com a Previdência e Assistência Social. Processo de saúde/doença e o campo de ação do Serviço Social; vulnerabilidades de segmentos específicos, objetos da ação profissional. A contribuição do Serviço Social na produção e no redimensionamento do conhecimento teórico-prático das políticas de saúde.
24. Política Habitacional - Discussão conceitual a cerca da questão habitacional correlacionada à análise da problemática Urbana e ao debate sobre as políticas sociais no Brasil. A trajetória histórica da Política Habitacional Brasileira e seu impacto sobre as demandas da sociedade. A problemática da Moradia e a movimentação dos diferentes atores sociais, a questão das demandas e respostas. A realidade específica do DF e a política local. A atuação do Serviço Social na questão da moradia.


25. Política de Educação - Papel da escola básica pública para a formação da cidadania popular. Papel do Estado Democrático frente à cidadania popular. Saber pensar e aprender a aprender com base na consciência crítica. Aprendizagem de teor reconstrutivo político. Politicidade da educação. Educação e conhecimento no mundo do trabalho e da cidadania. A atuação do Serviço Social na política de educação. Contribuição do Serviço Social na produção e no redimensionamento do conhecimento teórico-prático da política social de educação.


26. Política de Trabalho - Análise da política do trabalho (emprego, salário e formação de mão de obra) na perspectiva das políticas sociais. Transformações no mundo do trabalho e seus impactos sobre os trabalhadores: mudanças organizativas, tecnológicas, de legislação, controle e qualificação nos processos de trabalho e reflexos sobre as relações de trabalho e a ação sindical. Mercado de trabalho no Brasil: informalidade, precarização, qualidade do emprego e políticas públicas. Condições de trabalho e saúde do trabalhador. O movimento operário e sindical no Brasil: experiências e perspectivas. Negociações coletivas nacionais e internacionais. Direito ao trabalho e cidadania.


27. Infância, Adolescência e Cidadania - Análise da questão da infância a partir da construção de sua historicidade. Análise da constituição histórica das formas de enfrentamento da questão social da infância e adolescência. A política de proteção à infância e adolescência no contexto da Normativa Internacional; o Estatuto da criança e do adolescente. Contribuição do Serviço Social na busca de alternativas de intervenção face as expressões da questão social relacionadas a infância e adolescência na contemporaneidade.

B) Optativas
1. Fundamentos de Metodologia da Pesquisa Social - Ciências e cientificidade dos diversos tipos de saber; as ciências da natureza e as Ciências sociais, elementos básicos do método das Ciências Sociais (materialismo Histórico, estruturalismo, funcionalismo fenomenologia). Diretrizes teórico-metodo Lógicas para a organização e elaboração de trabalho científico.

2. Movimentos Sociais - Sociedade Contemporânea; Democracia e Cidadania. Ações Coletivas; Movimentos Sociais; Sujeitos Coletivos; Movimentos Sociais no Brasil; Movimentos Sociais no DF; Novos atores sociais, Cidadania Coletiva e Emergência de Espaços Públicos Não Estatais; Redes Sociais e Redes de Movimentos.

3. Questão Urbana e Rural no Brasil - Análise da estrutura fundiária no campo e na cidade e seus impactos na estratificação e desigualdades sociais, globalização - poder político e econômico dos diferentes segmentos sociais, novos cenários e novos atores sociais, manifestações da questão social no rural e no urbano no Brasil e as especificidades regionais.
4. Análise de Políticas Sociais - Análise de propostas e desempenhos de políticas sociais. Construção de quadro de referência explicativos à luz de abordagens e modelos correntes. Análise empírico-factual de políticas sociais concretas. Técnicas de análise de políticas sociais.

5. Prática de Pesquisa Social - Formação prática em pesquisa, por meio da participação do aluno nas pesquisas em desenvolvimento no Departamento, sob a supervisão do professor responsável pela pesquisa, incluindo as seguintes atividades: revisão e análise crítica da bibliografia, delineamento da temática, definição do objeto de pesquisa, e construção da problemática da pesquisa.

6. Prática de Pesquisa Social- Formação prática em pesquisa, por meio da participação do aluno nas pesquisas em desenvolvimento no Departamento, sob a supervisão do professor responsável pela pesquisa, incluindo as seguintes atividades: análise crítica da literatura científica, construção do quadro teórico de referência, definição dos métodos e técnicas a serem utilizados na pesquisa, construção dos instrumentais (questionários, entrevistas, roteiros de análise de documentação, etc.).

7. Prática de Pesquisa Social -Formação prática em pesquisa, por meio da participação do aluno nas pesquisas em desenvolvimento no Departamento, sob a supervisão do professor responsável pela pesquisa, incluindo as seguintes atividades: realização da pesquisa, com aplicação dos instrumentos e técnicas de coleta de dados, sistematização, tabulação e análise dos dados.

8. Prática de Pesquisa Social - Formação prática em pesquisa, por meio da participação do aluno nas pesquisas em desenvolvimento no Departamento, sob a supervisão do professor responsável pela pesquisa, incluindo as seguintes atividades: análise crítica dos dados à luz do referencial teórico, estruturação e elaboração do relatório de pesquisa, elaboração de artigos com base na pesquisa realizada.

9. Oficina de Instrumental Técnico-operativo - Conhecimento e aplicação de instrumental técnico-operativo e novas tecnologias utilizadas pelo Serviço Social, que se efetivem nas intervenções com indivíduos, famílias, redes, grupos e populações relacionados a programas específicos dentro do contexto da prática profissional.

10. Práticas de Informática em Serviço Social - Análise e prática laboratorial das diferentes perspectivas do uso estratégico e instrumental das Novas tecnologias da Informação e Comunicação, com destaque para a Informática, aplicadas ao Serviço Social.

11. Relações de Gênero e Serviço Social - As relações de gênero enquanto construções sociais. Os movimentos de mulheres a cidadania. As principais abordagens teóricas do conceito de gênero. As políticas sociais e a questão de gênero. Identidade profissional, gênero e Serviço Social. intervenções do Serviço Social e o enfoque de gênero.

12. Tópicos Especiais em Pesquisa Social e Serviço Social - Ciência Moderna e novos paradigmas. Métodos da Pesquisa Social (positivismo, fenomenologia, estruturalismo e marxismo. Níveis da Pesquisa Social (exploratória, descritiva e explicativa). Áreas temáticas de Pesquisa em Serviço Social (educação; trabalho; saúde; previdência e assistência social; habitação; questão rural e urbana; criança, adolescente e idoso; movimentos sociais; política social, estado e cidadania).

13. Tópicos Especiais em Política Social - Discussão de temas emergentes em políticas sociais. Apresentação de análises inovadoras de temas de políticas sociais. Apresentação de pesquisas ou estudos na área de política social.

14. Tópicos Especiais em Serviço Social Discussão de temas emergentes em Serviço Social. Apresentação de análises inovadoras em Serviço Social. Aprofundamento de temas específicos do Serviço Social. Apresentação de pesquisas ou estudos na área de Serviço Social.

15. Tópicos Especiais em Política Social - Sem conteúdo fixo, esta disciplina contemplará estudo de temas específicos que se manifestem no campo das políticas sociais por ocasião da oferta. 16. Tópicos Especiais em Serviço Social Código: 136786 Créditos: 04 Estudo de temas específicos do Serviço Social. Sem conteúdo fixo, esta disciplina contemplará demandas que se manifestem no campo profissional por ocasião da oferta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário